Com a sociedade mobilizada, uma coisa é certa, a educação pública no estado de SP nunca mais será a mesma.

A ocupação de mais de 200 escolas da rede estadual de ensino por estudantes secundaristas, em novembro do ano passado, foi a semente dessa mudança.

Depois de muita resistência, com o apoio da nossa rede De Guarda Pelas Escolas, a reorganização escolar forçada pelo governo de SP foi suspensa. E celebramos a vitória com a Virada Ocupação, levando dois dias de shows para 10 escolas.

Mas esse foi só o começo. Desde então, os estudantes pressionaram por mudanças concretas dentro das escolas e conquistaram, junto ao apoio da nossa rede, a realização da CPI da Merenda.

Criamos uma rede de pessoas mobilizadas para fortalecer o protagonismo dos estudantes na busca de uma educação pública de qualidade. Você vem com a gente?


Faça parte da rede que apoia os estudantes na busca de um ensino público de qualidade

0 pessoas querem se mobilizar em apoio aos estudantes.

Virada Ocupação
O Brasil inteiro parou para ouvir a causa dos estudantes. Com 2 mil voluntários mobilizados em uma semana, a Virada Ocupação levou nomes como Criolo, Maria Gadú, Paulo Miklos, Pitty e diversos outros artistas para 10 escolas ocupadas em dois dias de shows. Conheça a história.




Cadê o Ginásio?
Promessa é dívida! De um lado: ginásio abandonado, sanitários imundos, carteiras inutilizáveis, calor, enchente e mosquito. De outro, 1 milhão de reais e a promessa feita à milhares de alunos da E.E. Gavião Peixoto por melhorias na estrutura do colégio. Apoie os alunos da Gavião!
De Guarda pelas Escolas
Mais de 4 mil pessoas se tornaram guardiãs dos estudantes. A resistência à reorganização da educação imposta pelo governo Alckmin sofreu tentativas forçadas de desocupação e abusos da PM. Nossa rede foi essencial para proteger os direitos dos estudantes. Saiba como aconteceu.



CPI da Merenda Já
Com mais de 21 mil assinaturas em nossa petição, muita pressão feita diretamente a cada deputado via redes sociais, ocupações históricas dos secundaristas e atos de rua em apoio aos estudantes, conseguimos a investigação da Máfia da Merenda na ALESP! Veja como foi.

POR QUE A MINHA SAMPA
ENTROU NESSA MOBILIZAÇÃO?

A Minha Sampa é uma Rede de mobilização independente, que não aceita nenhum recurso público ou de partidos políticos. Acreditamos que a construção de uma cidade mais inclusiva passa pelos investimentos necessários em educação - e que qualquer mudança nessa política pública essencial deve ser amplamente discutida com os pais, alunos e professores e beneficiar claramente a comunidade escolar com um todo.

Para saber mais sobre Minha Sampa, clique aqui.